O que você está procurando?

Empréstimo pessoal: entenda o que é e como funciona!

28 de outubro de 2021
Blog image

A vida é cheia de imprevistos, quando alguns deles aparecem é preciso encontrar uma solução o mais rápido possível. Sabemos que não é fácil ter uma boa quantia de dinheiro de um dia para o outro, por isso é comum recorrer a créditos pessoais que liberam o montante solicitado em um curto prazo de tempo.

O empréstimo pessoal é um caminho seguro e muito conhecido, pois muitas pessoas encontram nesse crédito a solução para resolver emergências. Saiba mais sobre o empréstimo pessoal, como ele funciona e outros detalhes acompanhando esse artigo que preparamos. Boa leitura!

Entendendo o empréstimo pessoal

O empréstimo pessoal é uma prática bastante conhecida e utilizada por diversos bancos e instituições financeiras. Esse tipo de solicitação é muito comum por quem precisa pagar dívidas ou comprar um bem com urgência.

Nesse caso, para ter acesso ao empréstimo, é necessário entrar em contato com a instituição de sua confiança e informar que precisa de uma determinada quantia. Mas, é importante saber que por conta de toda essa agilidade, serão cobradas taxas relacionadas aos juros, que variam de acordo com as condições de cada empresa.

Como ele funciona

Após esse primeiro contato, além do valor que será solicitado, você deverá apresentar os seus dados pessoais:

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovantes de renda e de residência ao banco. 

Então, toda a sua documentação passará por uma análise de crédito.

Essa análise é uma forma de ter segurança no empréstimo já que traz mais garantia de que você pagará todas as parcelas em dia. Com a análise aprovada, os detalhes do contrato devem ser discutidos, afinal você precisa saber pelo o que vai pagar e quanto tempo será o prazo para quitar o empréstimo pessoal. 

Se tudo estiver acertado, o dinheiro que você pediu ao banco pode cair em alguns dias na sua conta corrente e estar disponível para uso. Por isso, é ideal que você já tenha um planejamento sobre o que fazer com o valor e como pagar as parcelas do seu empréstimo.

Com esse crédito é possível comprar ou reformar uma casa ou um apartamento, comprar um carro, adquirir um terreno, pagar contas e gastar da maneira que você achar melhor. Diferente das outras modalidades, o empréstimo pessoal é livre com a destinação do valor, por isso requer muito planejamento.

Mas, você sabia que existe mais de um tipo de empréstimo? Continue a leitura e veja cada tipo de empréstimo pessoal e quais as diferenças entre eles. Acompanhe!

Tipos de crédito pessoal

Como o empréstimo pessoal foi criado para ajudar quem precisa de um valor com certa pressa, esse modelo de crédito é dividido em três tipos e cada um deles têm regras e condições para adesão e pagamento. Conheça mais sobre o empréstimo pessoal, consignado e com garantia:

Empréstimo pessoal

O mais conhecido modelo de empréstimo, o crédito pessoal é o que possui uma taxa de juros bastante alta. Ele é exatamente como descrevemos acima, você entra em contato com a instituição, apresenta a documentação e se estiver tudo certo, recebe o dinheiro algumas horas ou dias depois da assinatura do contrato.

Empréstimo consignado

O empréstimo consignado é o crédito voltado para aposentados e pensionistas, funcionários públicos, pessoas que possuem saldo no FGTS e até quem trabalha para empresas privadas e que tenham um contrato com alguma instituição financeira.

Essas regras são cobradas porque quem pode ter um empréstimo consignado paga as parcelas de uma forma diferente. Por exemplo, caso você se enquadre em algum desses grupos, ao contratar um empréstimo pessoal consignado, o valor das prestações é descontado diretamente da sua folha de pagamento ou benefício.

Sendo assim, o banco tem mais confiança no pagamento das parcelas e costuma diminuir consideravelmente a taxa de juros. Ou seja, no momento de contratar o empréstimo, você precisa apresentar os documentos e informar a sua vontade de ter um plano consignado.

Empréstimo com garantia

Nesse modelo de empréstimo, os juros também podem ter uma grande diminuição quando comparado ao empréstimo pessoal, por exemplo. Para que o seu empréstimo de garantia tenha o sucesso que você espera, será preciso declarar algum bem de alto valor. Geralmente, as instituições aceitam casas e carros como garantia para fechar o contrato.

O empréstimo de garantia consegue reduzir a porcentagem de juros, mas pode ser perigoso caso você fique inadimplente. Isso acontece porque ao declarar o seu carro ou casa, esses bens passam a ter uma alienação fiduciária.

Essa alienação quer dizer que, apesar de utilizar o bem, legalmente ele pertence ao banco e pode ser tomado de você em algum período de inadimplência. Como o banco sabe que você não quer perdê-lo, tem mais confiança na quitação do empréstimo sem problemas por falta de pagamento.

Quando compensa realizar um empréstimo pessoal?

Se você tem alguma emergência e precisa de dinheiro de um jeito mais rápido, o empréstimo pessoal compensa e ajuda em um momento difícil. Mas, a taxa de juros pode deixar o custo total do seu empréstimo bastante elevado.

Por isso, ele é mais indicado em situações urgentes, já que quando se tem mais tempo para planejar e se organizar, você pode optar por um tipo de crédito bem acessível e que não cobra juros ou valor de entrada: o consórcio.

O consórcio é uma maneira planejada de comprar um bem que você precisa. Com ele, é possível organizar o seu futuro de forma mais segura e clara, sem precisar lidar com encargos que pesam no bolso.

Quer saber mais sobre o consórcio? Acompanhe o nosso blog e veja diversos conteúdos sobre os melhores consórcios do Brasil!

Compartilhe:
Facebook logo

Última notícias

Última notícias